Ortodontia é a especialidade da Odontologia que estuda o crescimento e desenvolvimento da face, bem como o desenvolvimento das dentições decídua (de leite), mista e permanente e seus desvios de normalidade, prevenindo, interceptando e corrigindo as más oclusões.

Veja os tipos de aparelhos dentais que trabalhamos na siga odontologia:

ortodontia limpeza

5 dicas para cuidar do seu aparelho dentário

0.0 00

Em quais casos são necessários o uso de aparelho ortodôntico?

Quais são as etapas do tratamento ortodôntico?

4.5 02

benefícios da ortodontia para a sua saúde

7 benefícios da ortodontia para a sua saúde

0.0 00

tratamento ortodôntico

O que saber antes de começar um tratamento ortodôntico

tratamento ortodôntico

 

O tratamento ortodôntico traz à tona diversas dúvidas na cabeça de quem vai iniciar os cuidados com os dentes. E para iniciar essa fase, é fundamental eliminar todas essas inseguranças e ter todas as informações importantes para que seu tratamento seja seguido corretamente.

 

A melhor forma de compreender todas as etapas é ter uma conversa franca com o especialista que irá te atender – mas para te ajudar, listamos as principais informações que você precisa saber antes de começar um tratamento ortodôntico. Acompanhe a leitura deste artigo!

 

Duração do tratamento ortodôntico

Uma das principais perguntas é sobre o tempo que vai durar o tratamento – e se esse prazo é apenas uma estimativa ou uma garantia. Isso pode variar de caso a caso, pois o tempo do tratamento ortodôntico vai depender da situação que precisa ser corrigida.

 

O fundamental é que o paciente respeite esse prazo e tenha paciência – pois mesmo que o tempo estipulado pelo seu dentista precise se estender um pouco, isso certamente foi necessário para que o tratamento tenha resultados efetivos e sua saúde bucal fique em ótimas condições.

 

Idade para início do tratamento

quando a criança deve ir ao dentista

Muitos acreditam que o tratamento ortodôntico é indicado apenas para crianças e adolescentes, mas não há restrição de idade na maioria dos casos. Para que seja possível fazer o alinhamento dos dentes, é preciso ter uma boa saúde periodontal, sem perda de tecido ou sustentação dos dentes.

 

A instalação do aparelho também é feita nos molares?

Isso vai depender da indicação para cada caso, e por isso essa pergunta deve ser feita durante a primeira consulta com o odontologista – que pode sim incluir os molares no tratamento. No entanto, alguns casos pedem uma abordagem menos abrangente e deixa o aparelho mais curto.

 

Como fazer a higiene bucal durante o tratamento ortodôntico?

ortodontia limpeza

Essa é uma dúvida muito importante de ser totalmente sanada, pois o paciente terá que fazer a limpeza diária de forma correta, evitando que seu tratamento possa ser comprometido.

 

Isso porque as pessoas que usam o aparelho fixo irão perceber que os alimentos acabam ficando presos nos ferrinhos, e precisam de uma atenção especial para ficarem limpos – de forma a não entortar o aparelho. Isso vai aumentar o tempo gasto na limpeza dos dentes, e isso deve ser incluído no seu planejamento.

 

Em caso de quebra ou peça descolada, eu terei que pagar a mais pelo conserto?

Além das questões técnicas, é importante saber sobre todos os detalhes do contrato, para que imprevistos não comprometam o tratamento ortodôntico. Na maioria dos casos, esse tipo de manutenção já está previsto, mas vale uma conversa franca com o profissional antes de iniciar o tratamento.

 

É fundamental tirar todas as suas dúvidas mesmo antes de iniciar o tratamento. Não fique inseguro ou com vergonha de fazer suas perguntas – é seu direito ter todos os detalhes para estar 100% preparado para cuidar da sua saúde ortodôntica.

 

 

Procurando um lugar seguro e confiável para fazer seu tratamento ortodôntico? Conte com a Siga Odontologia! Trabalhamos com as mais modernas técnicas e uma equipe de profissionais altamente especializados para deixar o seu sorriso mais bonito e saudável. Agende uma avaliação agora mesmo!

 

O que é Aparelho Dentário Fixo

Aparelho ortodôntico: Quais os sinais de que você precisa usar?

O que é Aparelho Dentário Fixo

O aparelho ortodôntico pode ser uma necessidade em pacientes de todas as idades. É normal que o primeiro pensamento relacione o uso desses aparelhos ao alinhamento dos dentes. De fato, esse é um dos casos mais comuns, mas há muitos outros!

Essas peças têm efeito corretivo na maioria das vezes, trazendo uma maior harmonia para a arcada dentária e um sorriso ainda mais bonito. Se você não sabe se precisa usar aparelhos nos dentes, mostraremos alguns indícios.

Problemas com a mordida

A mordida é uma das ações que prejudica completamente a mastigação, caso apresente problemas. O paciente pode ter diferentes erros de mastigação:

  • Mordida aberta: quando há um espaçamento entre os dentes anteriores superiores e inferiores;
  • Mordida profunda: é a chamada sobremordida, quando os dentes superiores cobrem os dentes inferiores na hora da mastigação;
  • Mordida cruzada anterior: quando os dentes anteriores inferiores ficam atrás dos dentes inferiores;
  • Mordida cruzada posterior: quando os dentes posteriores superiores ficam para dentro dos dentes inferiores;

A mordida que não é corrigida com aparelho ortodôntico, pode também causar o desgaste nos dentes do paciente.

Dentes tortos

Esse é o sinal mais comum que você precisa de aparelho ortodôntico. Além de afetar a sua aparência, os dentes tortos também podem esconder diversos outros problemas de saúde bucal.

São diversos tipos de maloclusões, mas as mais comuns são o apinhamento dos dentes ou dentes encavalados e o diastema.  O primeiro tipo é quando os dentes crescem muito próximos, muitas vezes se sobrepondo uns sobre os outros. Já no segundo caso, há o espaçamento exagerado entre um dente em outro.

Além de também prejudicar a sua mastigação, esse problema ainda é um fator que contribui bastante para o surgimento de problemas dentários, como as cáries e as doenças periodontais.

Bruxismo

O Bruxismo também pode levar à necessidade de um aparelho ortodôntico. O ranger dos dentes causa um desgaste no osso e um desequilíbrio na mandíbula. Nem sempre o dente aparentará ser torto, mas o problema existe e precisa ser tratado.

É preciso um diagnóstico correto e um tratamento interdisciplinar que inclui o acompanhamento odontológico e o uso de aparelho nos dentes, certamente.

Mandíbula desalinhada

Alguns dos problemas que listamos acima também são responsáveis pelo desalinhamento da mandíbula. Contudo, existem pacientes que possuem essa característica naturalmente e precisam tratar com o aparelho ortodôntico.

A ortodontia considera uma mandíbula sem alinhamento quando o centro da arcada dentária superior e o centro da arcada dentária inferior não estão alinhados. As arcadas podem ser desiguais no tamanho, na lateral ou na frontal, dependendo de cada caso.

Qual o primeiro passo para usar aparelho ortodôntico?

É importante uma avaliação precisa com seu dentista. Procure um profissional especialista em Ortodontia para seguir com todo o tratamento. Você passará por alguns exames clínicos e, possivelmente, de laboratórios.

Esse profissional também orientará sobre os variados tipos de aparelhos dentários e qual o mais indicado para seu caso.

Agora que você descobriu mais sobre o uso de aparelho ortodôntico, o que acha de marcar uma avaliação sem compromisso para analisar seus dentes? Preencha nosso formulário online ou envie uma mensagem para nossa equipe!

 

Preencha o formulário agende sua consulta, ou ligue e marque uma avaliação com um de nossos especialistas, sem compromisso, e tire todas as suas dúvidas.

 

Em quais casos são necessários o uso de aparelho ortodôntico?

Em quais casos são necessários o uso de aparelho ortodôntico?

Você conhece alguém que utiliza aparelho ortodôntico? Cada vez mais, pacientes de todas as idades passam por esse tratamento. Saiba que nem sempre é uma questão estética.

É comum que as pessoas pensem que o uso de aparelho seja apenas para pessoas que tenham dentes tortos. De fato, o maior volume de pacientes acontece nestes casos.

Os motivos variam bastante e podem ser justificados pela idade, saúde, estética e outras razões. Se você está se perguntando se deve ou não usar aparelho nos dentes, o que acha de conferir nosso post? Contamos quais são as principais indicações. Descubra se você se encaixa nessa lista!

Casos preventivos

Ainda criança é possível identificar os casos de pacientes com má formação dentária. Desde cedo também é indicado o uso de aparelhos dentários e você deve procurar um dentista para iniciar o tratamento.

Os casos preventivos para uso de aparelho ortodôntico são para aqueles pacientes que já passaram por um dentista e identificaram um possível problema. O aparelho não será colocado involuntariamente e sem a real necessidade.

Uso interceptativo

Encaixam-se aqui, os pacientes que estão com má-oclusão ou outra má formação diagnosticada, mas ainda no início do problema. Nesse caso, eles precisam usar aparelho ortodôntico para não piorar o quadro ainda mais.

O dentista realiza um acompanhamento e tratamento paralelo e coloca o aparelho para conter o problema e evitar o surgimento de outros mais acentuados.

Uso corretivo de aparelho ortodôntico

Como o nome já indica, o uso do aparelho dental agora, tem o objetivo de corrigir os problemas dentários do paciente. Aqueles que apresentam má oclusão nos dentes encaixam-se entre os mais comuns para o uso corretivo de aparelho ortodôntico.

Esse encaixe incorreto dos dentes acontece em três classes e, dependendo de cada caso, o paciente pode precisar de um aparelho diferente, com mais ou menos complexidade.

Uso pré-protético

Pessoas que precisam de implantes ou próteses dentárias também podem receber a indicação para o uso de aparelho nos dentes. Acontece que, nesse caso, o aparelho movimenta toda a arcada, de forma que ela crie o espaço necessário para receber o implantado.

São casos onde o paciente perdeu o dente natural, não optou pelo implante de início e teve a posição dos dentes vizinhos afetados.

Uso orto-cirúrgico

São os casos mais sérios para o uso de aparelho dentário. Geralmente são pacientes com má formação dos dentes em graus mais elevados e que, por esse motivo, precisam de cirurgia.

Os aparelhos dentários vêm como opção de alterar toda a base óssea da boca, de forma que os dentes possam ser tratados mais corretamente e na perfeição que precisam.

Agora conta para nós. Você acha que precisa usar aparelho dentário? Se ainda tem dúvidas, nós indicamos a leitura de outro post aqui do blog que fala quando iniciar o tratamento e quais os tipos de aparelhos existem. Se ficou ainda alguma dúvida, entra em contato com a nossa equipe!

Preencha o formulário orçamento online, ou ligue e marque uma avaliação com um de nossos especialistas, sem compromisso, e tire todas as suas dúvidas.

 

Quando posso começar meu tratamento ortodôntico?

Quando posso começar meu tratamento ortodôntico?

Não existe uma idade padronizada para se iniciar um tratamento ortodôntico. Iniciar cedo pode ser necessário para uma intervenção de caráter preventivo, por exemplo, quando se deseja acabar com o mau hábito de chupar dedo. Pode ser também necessário quando se deseja melhorar o crescimento dos ossos da face, seja para ganhar espaço ou para equilibrar a posição da mandíbula e da maxila.

Geralmente a partir dos 5 a 6 anos, já se deve fazer uma primeira avaliação com um ortodontista, que poderá realizar uma intervenção para evitar um problema maior no futuro ou acompanhar o crescimento dos ossos maxilares e da dentição. Fique sempre atento a certos hábitos, que as crianças podem adquirir. Maus hábitos podem levar a problemas inicialmente sutis, porém com possibilidade de evolução para situações clínicas graves e de difícil correção, tais como;

  • Respiração bucal, que surge devido a problemas alérgicos ou presença de adenóides e que acarretam problemas no crescimento dos ossos maxilares e da face. A criança apresenta um aspecto de face alongada, o rosto estreito e com pouca expressão, lábios entreabertos, mordida cruzada, palato profundo (céu da boca) e olheiras acentuadas;
  • Ranger os dentes ao dormir ou dormir com as mãos apoiando o rosto durante a fase de crescimento, podem acarretar o desenvolvimento de uma má oclusão;
  • Chupar dedo, morder canetas, roer unhas, perder dentes de leite precocemente e posicionar a língua incorretamente durante a fala e a deglutição, também influenciam a má oclusão;

Muitos desses problemas podem ser evitados ou amenizados se forem observados precocemente pelos pais. Portanto, é de fundamental importância a visita a um dentista, para que ele possa diagnosticar e orientar o melhor tratamento.

Quanto tempo vai durar meu tratamento ortodôntico?

Cada caso é específico. No entanto, geralmente um tratamento ortodôntico dura entre 18 a 36 meses.

O que irá determinar a duração é a complexidade do caso, a técnica, o aparelho a ser utilizado, a experiência do ortodontista e o cuidado do paciente com o aparelho.

Casos com uma complexidade maior e que necessitam de acompanhamento cirúrgico, geralmente são mais demorados.

Mas mesmo casos simples podem ser prolongados se não forem bem diagnosticados e tratados com o planejamento e a técnica corretos.

Quais são os tipos de aparelhos ortodônticos mais utilizados?

Os aparelhos ortodônticos são feitos com alta tecnologia, formados com ligas de metal sofisticadas e necessitam de profissionais qualificados para sua colocação.

Existem vários tipos, dentre eles os aparelhos fixos, que podem ser estéticos (transparentes ou imitando a cor dos dentes) ou de metal e os aparelhos removíveis.

O tipo de aparelho ideal para a correção dos dentes depende de uma avaliação criteriosa do ortodontista.

Os aparelhos removíveis, são mais indicados para pequenos movimentos dentários e para os pacientes em fase de crescimento, em que aproveitamos esse potencial para alcançar melhores resultados.

Já os aparelhos fixos, compostos de bráquetes colados nos dentes, são mais indicados para pacientes que necessitam de uma movimentação maior dos dentes, pois são capazes de controlar os dentes tridimensionalmente.

Existem vários tipos de técnicas tanto para aparelhos removíveis como para os aparelhos fixos, cabendo ao ortodontista avaliar a mais adequada para cada tipo de má oclusão.

Entretanto, o mais importante não é o aparelho a ser utilizado, mas sim a qualificação e a experiência do profissional que irá utilizá-lo.

Preencha o formulário agende sua consulta, ou ligue e marque uma avaliação com um de nossos especialistas, sem compromisso, e tire todas as suas dúvidas.

O que você precisa saber sobre Ortodontia

O que você precisa saber sobre Ortodontia

Especialidade odontológica possui 3 tipos, tudo para dar mais saúde aos seus dentes

A ortodontia é uma especialidade da odontologia, responsável pela correção e alinhamento dos dentes e ossos maxilares. Muito mais que estético, problemas bucais como dentes tortos, encavalados, com espaço entre eles ou oclusão (quando as partes superior e inferior não encaixam perfeitamente) podem causar danos na fala, dores de cabeça, mau hálito, gengivite, entre outros, fazendo-se necessário a consulta com um profissional da área.

Sua função é fundamental para que o desenvolvimento da arcada dentária e ossos da face possam se desenvolver corretamente. Em casos mais graves, o paciente sem acompanhamento ortodôntico pode sofrer perda dos dentes e até mesmo ter o crescimento anormal dos ossos maxilares.

Se você está em busca de um ortodontista para deixar seu sorriso mais bonito e saudável, confira agora os tipos de ortodontia e quando se consultar com esse importante especialista.

Tipos de ortodontia

Por se tratar de uma especialidade ampla, a ortodontia possui três tipos: preventiva, corretiva e interceptiva. Cada uma para uma fase da vida e um tipo de problema.

 

  • Ortodontia Preventiva

 

Como o nome sugere, essa área da ortodontia evita problemas futuros com a dentição. Realizado na infância, até os 12 anos de idade, o dentista fará uma avaliação completa do desenvolvimento da arcada dentária da criança.

Durante esse processo, pode surgir a necessidade da utilização de um aparelho ortodôntico para prevenir problemas na vida adulta. Há casos em que se faz necessário a extração de dentes permanentes ou até mesmo cirurgias corretivas de deformidade do maxilar.

 

  • Ortodontia Interceptiva

 

Também realizada durante a infância, na maioria dos casos, é a especialidade que corrige deformidades orofaciais já existentes – ao contrário da preventiva. Esses problemas podem ocorrer por conta de hábitos como chupar o dedo, roer unhas, usar chupeta, ou até mesmo decorrentes de problemas respiratórios, posição incorreta da língua, entre outros. Por se tratar de um problema já desenvolvido, o tratamento é realizado com cirurgia.

 

  • Ortodontia Corretiva

 

O tipo de ortodontia mais conhecido entre as pessoas. Aqui, o dentista atua na correção de dentes e ossos com o auxílio dos famosos aparelhos – que possuem um tipo diferente para cada caso: fixo, móvel ou nivelador.

Com esse tratamento, é possível fazer a movimentação dos ossos e dentes, proporcionando um sorriso bonito e saudável. Muitos adultos são beneficiados com a ortodontia corretiva, que ajuda na recuperação da autoestima.

Motivos para procurar um ortodontista

Durante sua consulta com o dentista, ele certamente indicará um especialista caso haja alguma necessidade de tratamento. Geralmente, as pessoas que precisam se consultar com este especialista apresentam os seguintes problemas:

 

  • Problemas com a mordida;
  • Desalinhamento do centro da arcada superior com o centro da arcada inferior;
  • Falhas ou espaços entre os dentes;
  • Dentes a mais do que a arcada dentária suporta.

Com a evolução da ortodontia, é possível realizar tratamentos com muito mais segurança e rapidez. No entanto, é importante que o paciente siga as orientações do dentista para que o resultado seja satisfatório, tanto para sua saúde como para a estética.

Para ter o sorriso perfeito, conte com a Siga Odontologia. Oferecemos um espaço seguro, com os melhores especialistas da região e técnicas avançadas para deixar seus dentes saudáveis, do jeito que você sempre sonhou. Entre em contato e agende uma avaliação!

Preencha o formulário agende sua consulta, ou ligue e marque uma avaliação com um de nossos especialistas, sem compromisso, e tire todas as suas dúvidas.

Aparelho autoligado

APARELHOS ORTODÔNTICOS AUTOLIGADOS, PODEM TORNAR OS TRATAMENTOS ORTODÔNTICOS MAIS RÁPIDOS?

aparelhoautoligado 1serv_b

Sim, os aparelhos ortodônticos  autoligado é a tecnologia mais moderna hoje para tratamentos com aparelho fixo. Este tipo de aparelho, elimina a necessidade de utilização das borrachinhas coloridas. A função dessas “borrachinhas” é prender o fio do aparelho ao braquete, o aparelho autoligado não precisa dessas borrachinhas. Os braquetes desse tipo de aparelho são super tecnológicos e cada um deles tem uma porta que abre e fecha. Então o ortodontista abre a porta coloca o fio dentro e fecha.

A eliminação do uso das borrachinhas diminui consideravelmente o atrito entre o fio e o braquete e dessa forma, o seu dentista poderá utilizar forças leves sobre os dentes e o fio poderá trabalhar mais livremente, obtendo resultados mais eficazes e mais rápidos a cada fio utilizado.

Eliminando as borrachinhas, o tratamento é mais rápido, mais eficaz e mais confortável também. Como as forças utilizadas são menores, o paciente sente um desconforto muito menor a cada troca de fio

vantagens do aparelho autoligado em comparação ao aparelho convencional:

Agilidade no andamento do tratamento ortodôntico, com redução de até 30% do tempo dependendo da resposta biológica de cada paciente;

Menor acúmulo de bactérias, já que o aparelho autoligado não utiliza as famosas borrachinhas;

Mais conforto. Além de todos os benefícios que já informados, os braquetes do aparelho autoligados são menores e mais arredondados, o que evita machucados e ferimentos na boca.

Menos idas ao consultório. As manutenções podem ser feitas com intervalos de até 60 dias, o que gera economia de tempo aos pacientes.

Preencha o formulário agende sua consulta, ou ligue e marque uma avaliação com um de nossos especialistas, sem compromisso, e tire todas as suas dúvidas.

Aparelho Ortodôntico preciso usar?

Aparelho ortondontico

Como saber se preciso usar aparelho dentário?

Alguns sinais podem ser percebidos sozinho, mas claro, a avaliação de um dentista ortodontista é fundamental para confirmar a necessidade de uma correção com aparelhos ortodônticos.
Os sinais são;

1 – Você tem dentes encavalados ou tortos? Se sim, você provavelmente precisará fazer um tratamento ortodôntico, devido às complicações que isso pode causar.
2 – Os seus dentes são espaçados? Isso pode causar acesso da placa bacteriana ou doença periodontal, além de outros problemas.
3 – Mordida errada ou cruzada? Os dentes superiores e inferiores ao se fecharem não interagem de forma correta? Se sim, você precisará fazer um tratamento com o uso de aparelho dentário.
4 – Sente dor na mandíbula? Se sim, você precisará de um aparelho dentário.

Preencha o formulário agende sua consulta, ou ligue e marque uma avaliação com um de nossos especialistas, sem compromisso, e tire todas as suas dúvidas.